a sorte é uma roda que gira e me atropelou...

De nada serviu parar nos semaforos e proceder a velocidade moderada, a sorte, cega, me atropelou. Tentei me levantar mas o azar, que enxerga muito bem, me viu de longe e muito lentamente se aproximou, apontou e me golpeou em pleno.